quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

SEREI-A

Sereias são perigosas
desde o tempo de Ulisses
"Amarre-me ao mastro,
mas não me tapem os ouvidos"
Quero cantar (e ouvir)
o que desestabiliza
seu (meu?) canto de amor e cobiça
Quero ser sereia
ser Yani
Sereyani
que canta e enfeitiça.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Dia de chuva...

Dia chuvoso por dentro e por fora...
. . .
. . .
. . .


Tento escrever, mas não sai nada que preste, ou que pelo menos me anime a postar...
Divido a trilha sonora de hoje... Mafalda Veiga:

O tempo endurece qualquer armadura
E às vezes custa arrancar
Muralhas erguidas à volta do peito
Que não deixam partir nem deixam chegar

O escuro lá fora incendeia as estrelas
As janelas, os olhares, as ruas
Cá dentro o calor conforta os sentidos
Num pequeno reflexo da lua

Enquanto espero percorro os sinais
Do que fomos que ainda resiste
As marcas deixadas na alma e na pele
Do que foi feliz e do que foi triste

...

é...

Amigos reais em meio virtual: